Você está em:

Prefeito assina contrato para instalação da nova Zona Azul

O prefeito Eloísio do Carmo Lourenço assinou, na tarde de quarta (24), o contrato com a empresa EXP Smart Parking, que irá explorar o serviço de estacionamento rotativo pago na região central da cidade, a chamada Zona Azul. Pela empresa, assinou o contrato, o diretor de Relações Institucionais, Sérgio Iran Soares.

Participaram ainda da solenidade, que aconteceu no auditório da Secretaria Municipal de Educação, o vice prefeito Nizar El-Khatib, os vereadores Paulo Tadeu, Rogério Carillo e Joaquim Sebastião Alves, além de equipe da secretaria de Defesa Social e secretários municipais, o presidente da ACIA, Marcos Roberto Correa, representante da Policia Militar e demais convidados.

O serviço terá início no dia 24 de abril. Nos primeiros 15 dias, não haverá cobrança da taxa, pois será um período de adaptação ao novo sistema. A Prefeitura fará, ainda, uma ampla campanha de conscientização sobre a nova Zona Azul. O sistema a ser implantado é totalmente informatizado. “Faremos aqui o que há de mais moderno em sistemas de estacionamento rotativo, a exemplo dos municípios de Atibaia (SP), Rio Verde (GO) e Apucarana (PR), cidades onde a EXP já atua. Poços é a nossa vitrine para Minas Gerais”, destacou o diretor da empresa.

A EXP foi a vencedora da concorrência pública 011/15, cujo resultado foi publicado em dezembro do ano passado. A empresa venceu com a melhor oferta de outorga, no valor de R$ 1,7 milhão. O sistema a ser implantado conta com integração de tecnologia, com utilização via parquímetros, central telefônica, celular e internet, facilitando aos usuários a aquisição de créditos e ativação de uso da vaga de estacionamento.

A Zona Azul será operada em três áreas com tempos de permanência de 1, 2 e 3 horas com o pagamento do mesmo valor, ou seja, com R$ 2,00 o usuário poderá permanecer estacionado de 1 a 3 horas, conforme a área de utilização. O valor de R$ 2,40 será para veículos maiores, com vagas de seis metros cada. Serão 3.943 vagas, operadas de segunda-feira a sábado, das 8h30 às 18h30. As motos não pagam a zona azul e devem ser estacionadas nos bolsões.

Caberá ainda, à empresa, a pintura das faixas especiais, como as destinadas aos idosos e aos deficientes. O secretário de Defesa Social, Luis Carlos Lima, destacou que, com o novo sistema, o percentual de 5% das vagas será destinado aos idosos e deficientes, como preconiza a lei.

A fiscalização do estacionamento rotativo ficará por conta dos agentes municipais de trânsito, o que irá ocorrer de forma integrada com a tecnologia da operação do sistema. “A notificação será informada ao agente pelo smartphone. Ele atuará muito mais nas irregularidades do que na conferência, trazendo uma agilidade muito grande. De antemão, o fiscal já sabe o que está errado e direciona seu esforço para garantir o número de vagas, promovendo a rotatividade e a garantia da democratização do espaço público”, informou o secretário Luís Carlos Lima.

Para o prefeito Eloísio, o novo sistema vem ao encontro da expectativa da população e do setor comercial. “Desde o início da administração, estamos com este projeto e hoje, depois de muitas dificuldades, assinamos o contrato e dentro de sessenta dias iniciamos a operação”. Ele informou ainda que a concessão será por um período de dez anos, renováveis por mais dez. “Tudo isso trará um grande retorno social, com a organização do trânsito na cidade”, concluiu.

A aquisição dos créditos (bilhetes) poderá ser feita de diversas formas: diretamente com os monitores (funcionários da empresa, atuando nas ruas); nos estabelecimentos comerciais credenciados; pelo aplicativo do smartphone ou ainda no próprio parquímetro, que funciona como um totem de autoatendimento; ou pela internet, no site da empresa.

Fonte: http://www.pocosdecaldas.mg.gov.br/site/?p=25242